Por que os bebês levam tudo à boca?

Através da boca, os pequenos experimentam e conhecem o que está ao seu redor. Por isso, colocam o comportamento de colocar na boca tudo que enxergam na sua frente, é a curiosidade de descobrir o desconhecido e viver novas experiências.

Lábios, língua e gengiva permitem o conhecimento de texturas, sabores e temperaturas. Nesse processo de prazerosa exploração, os bebês percebem seus gostos e preferências. Mas pode ficar tranquila(a), a fase da exploração oral tem início desde o nascimento do bebê e pode ir até os 2 anos.

Amamentação: reflexo de busca

Uma das primeiras habilidades do recém-nascido é o reflexo de busca: quando a área da bochecha próxima à boca ou os lábios são tocados com o bico do peito da mamãe, involuntariamente o bebê abre a boca para ser amamentado.

Mas os benefícios para o desenvolvimento da criança vão além dos fatores biológicos. Para o pequeno, o ato de sucção (sugar o leite) e o ato de deglutição (engolir o leite) são fontes de prazer. Com o olhar voltado para a mamãe, o momento se torna mágico. A amamentação contribui ainda para o fortalecimento do vínculo entre mamãe e bebê e para a aprendizagem de ambos.

Estímulos ajudam a explorar o mundo

Existem acessórios que estimulam a curiosidade do bebê por meio da cavidade oral e que também auxiliam na sensação de prazer e bem-estar. Para ajudá-lo a descobrir diversas sensações e ainda aliviar os desconfortos que podem ocorrer durante a fase do nascimento dos primeiros dentinhos, os mordedores são ideais.

Cuidados essenciais

Colocar tudo na boca pode parecer engraçadinho, mas todo cuidado é pouco. Brincadeiras que envolvem objetos devem ser supervisionadas por adultos. Os pais podem aproveitar os momentos de interação com o bebê para começar a ensinar o que pode ou não ser levado à boca.

Em relação aos brinquedos, consulte a indicação da idade. De acordo com o Inmetro, alguns brinquedos devem conter as palavras “CUIDADO” e “ATENÇÃO”, além da indicação dos riscos que apresentam, como “contém peças pequenas que podem ser engolidas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *