Dicas para estender as sonecas do bebê

A gente sabe bem da importância do descanso que as sonecas do bebê impactam e o quanto são necessárias para o bom desenvolvimento dos pequenos. Mas, muitos deles se recusam a dormir ou, quando dormem, ficam vinte ou trinta minutinhos dormindo e já acordam, isso também sabemos. Mas afinal, isso tem jeito?

A boa notícia é que tem como melhorar, sim! Antes dos seis meses de idade muitos bebês têm dificuldade em tirar sonecas, os padrões de sono não estão bem estabelecidos e alguns precisam de muita ajuda para conseguir adormecer e se manterem dormindo. Mas isso não significa que antes dos seis meses não há nada para fazer que melhore o sono do seu bebê.

Separamos algumas dicas que podem ajudar a estabelecer um padrão de sono melhor na soneca dos seus filhos!

Diferença entre dia e noite

Recém-nascidos passam um tempo aprendendo a diferenciar o dia da noite, mas é uma distinção que eles aprendem muito rapidamente e não é porque dorme de dia e de noite que não sabe essa diferença. Os bebês dormem de dia e de noite porque o sono deles é naturalmente polifásico e um cérebro em desenvolvimento precisa de todo sono que puder ter. Então, de dia, o ambiente de sono deve ser sim mais claro que à noite, mas não tão claro. Ou seja, o ideal é uma penumbra bem gostosa, que seja diferente da escuridão do quarto à noite mas ainda assim que seja escurinho.

Bebês muito agitados

Bom, um começo é levá-lo ainda mais cedo para o quarto e comece a brincar com ele já no ambiente de sono dele e, se possível, na penumbra. Quando estiver brincando, evite objetos muito coloridos e brinquedos com barulho. Deite com ele no chão, num tapetinho, por exemplo, e brinque com as mãozinhas dele, deixe ele brincar com as suas e fique nessa brincadeira relaxante. No final, pegue um paninho bem fininho e comece a passar no rostinho dele.

Quando o bebê acordar antes de 45 minutos de soneca

Uma sugestão é ir para perto do bebê e observar o soninho dele. Quando ele der a primeira movimentada, você já começa a fazer um som de “shhhhhh” bem baixinho e a tocar nele com muita delicadeza. Repare que achar esse momento certo, às vezes, é bem difícil porque você pode estar fazendo quando ele já está para acordar, mas vale a pena tentar vários dias até acertar. O importante é você fazer quando ele está começando a sair do sono profundo e entrando no sono mais leve. Se ele não voltar a dormir e você sentir que ele vai mesmo acordar, pegue-o no colo e faça mais 30 minutos de soneca no colo. Depois de 4 ou 5 dias, pode ser que ele, por estar acostumado a dormir mais longamente, consiga fazer isso sozinho e esticar essa soneca por si só no berço, sem precisar mais de ajuda.

E se tudo isso não adiantar, alguns bebês vão ser assim, vão dormir sonecas curtas e ter um padrão diferente da maioria até os 6 meses. Nesses casos, melhor a fazer é aceitar esse padrão e tentar que eles tirem mais sonecas. Se você tentar essas técnicas e o seu filho continuar dormindo sonecas de só 30 minutos, então ele terá que ser colocado para dormir mais vezes para evitar que fique exausto.

Hora da cama tem que ser mais cedo

Imagine a seguinte situação: você costuma colocar seu bebê para dormir às 21 horas, mas ele faz um escândalo, você não consegue nem dar banho direito nele e todos os dias é esse mesmo caos. O que fazer? Na verdade, bebês que fazem sonecas curtinhas precisam ir para a cama mais cedo. Muitas vezes, bem mais cedo. De 19h ou 19h30min. Ou talvez até antes disso. Mas fique tranquila que não será assim para sempre, as mães temem que, por dormir muito cedo, no dia seguinte também acordarão super cedo. Lembre-se que isso é algo temporário e que deve durar só até o bebê melhorar o seu padrão de sonecas. Inclusive, colocar o bebê mais cedo na cama à noite ajuda nas sonecas diurnas.

Ritual da noite deve ser mais curto

Banho, massagem, troca de roupa, musiquinha e mamada. Se o seu bebê teve um dia cheio de sonecas curtas, ele precisa de um ritual bem curtinho à noite. Portanto, faça menos coisas nesse ritual para que ele adormeça antes e com mais facilidade.

Não esqueça que é imprescindível priorizar o sono do seu filho mesmo que ele não ache que isso seja tão importante assim. A medida que crescem, eles vão se desenvolvendo e aprendendo coisas novas e, sendo assim, se recusam a dormir para praticar o que estão aprendendo. Mas se recusar dormir de dia nem sempre quer dizer que ele possa estar sem sono ou deva ficar sem dormir.

Para os bebês que demonstram nunca ter sinais de sono e estão sempre a todo vapor durante o dia, a dica é você levá-lo para a cama sempre nos mesmos horários,procurando ser regular com esses horários, mas não tão rígida, porque tem que lembrar que alguns dias as sonecas foram mais curtas ou mais longas e você tem que ajustar os horários de acordo com isso, e realmente insistir nas sonecas. Um dia eles vão conseguir relaxar e dormir mais fácil.

Não desista do sono do seu filho, ele só terá a te agradecer por isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *