Dores na amamentação: e agora?

bbkits 41

As queixas não são poucas – e nem todo mundo consegue falar abertamente sobre o assunto. A boa notícia é que esses problemas têm, sim, solução! Saiba como superá-los para oferecer ao seu filho o melhor alimento do mundo: o leite materno!

Dor: o que fazer?

“Atualmente, é comprovado que práticas antigas, como passar bucha nas mamas, cortar o sutiã para expor os mamilos ou mesmo o uso de pomadas não preparam as mamas para a amamentação. Ao contrário: podem até prejudicar ainda mais”, adverte Tatiana Vargas, fonoaudióloga e diretora fundadora da Mame Bem Assistência e Treinamento Profissional (SP).

“A única orientação segura é tentar expor os mamilos ao sol quando der e buscar saber mais sobre pega correta, melhores posturas e livre demanda”, alerta. Tatiana complementa: “A melhor maneira de preparar o seio para a amamentação é procurar informações de qualidade e contar com o acompanhamento de profissionais que possam conduzi-la durante todo esse processo, como um consultor de amamentação ou especialista em aleitamento materno”, aconselha a profissional. Buscar grupos de apoio e cursos no período gestacional também são estratégias importantes para uma amamentação consciente e tranquila.

Meus seios estão rachados e doloridos, o que fazer?

A principal atitude quando as mamas ficam feridas é avaliar o motivo que levou isso a acontecer e ajustar a “pega” o mais rápido possível. O uso de pomadas é contraindicado, já que, de forma geral, seu uso pode levar a problemas nos ductos e sensibilidade maior na região do complexo mamilo areolar.

Atualmente, é comum a utilização de laser de baixa potência para otimizar o processo cicatricial. Mamas muito cheias, ingurgitadas, também causam dor e prejudicam a pega do bebê, podendo levar ao aparecimento das fissuras. É importante que a mãe esteja atenta no momento das mamadas. Se as mamas estejam muito cheias, ela deverá realizar o que chamamos de ordenha de alívio. A mãe massageia as mamas e retira um pouco do leite, de maneira que elas continuem cheias, só que mais macias. Isso permitirá que a “pega” aconteça de maneira correta, com consequente eficiência na mamada, sem dor e com esvaziamento adequado dos seios.

Fonte: Crescer.

Acesse o nosso site e conheça nossas lindas bolsas de maternidade: www.bbkits.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *