Dúvidas e dicas sobre o atraso na fala do seu bebê

blog_fala_bebes

Olá, mamães e papais! No post de hoje, vamos retratar um assunto muito polêmico e que provoca diversas dúvidas: o atraso na fala. É normal até que idade? Como podemos identificá-lo? O que pode acarretá-lo? Como podemos procurar ajuda? Calma… Todas essas perguntinhas básicas serão respondidas durante a nossa conversa. Então, vem comigo!Vamos lá… Primeiramente, não podemos dizer com exatidão qual é a hora certa de uma criança falar, porque a variação é muito mais complexa e ampla do que imaginamos. Os pediatras, os pais e os professores precisam estar atentos aos sinais de alerta e sempre incentivarem a criança no desenvolvimento da linguagem. Porém, se os pais perceberem um atraso significativo na fala de seus filhos, o correto é procurar auxílio o mais rápido possível, pois quanto antes começarem a trabalhar este atraso, maior serão as melhorias no desempenho da fala.

As origens para o atraso na fala podem ser inúmeras, sendo as principais: dificuldade na audição, prematuridade e mudanças neurológicas. Os sinais de alerta são extremamente necessários para identificar possíveis problemas na fala ou na interação social, precisando assim, da ajuda de alguns especialistas, como o foniatra, o otorrinolaringologista, o neurologista, o pediatra e o fonoaudiólogo.

Mamãe, fique sempre atenta aos sinais de seu bebê, por exemplo: não dizer consoantes e vogais até os 8 meses, não tentar pronunciar sons e palavras entre 1 e 2 anos, não falar frases após os dois anos de idade. São inúmeros os indícios que a criança pode demonstrar durante este período, sendo imprescindível a sua total atenção, e lembre-se: sempre incentive seu filho a falar, a pedir as coisas, a cantar, a conversar, entre outras atividades que impulsionem a fala dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *