Gravidez: primeiros sintomas e teste

O atraso menstrual não é o único sintoma de gravidez. Outras manifestações do corpo também são muito comuns e algumas alterações podem indicar que você vai ser mamãe.

Geralmente, os principais sintomas são: dores de cabeça, escurecimento dos mamilos, corrimento escuro, enjoos matinais, excesso de sono, cólicas, aumento da vontade de fazer xixi e vômitos. A dor de cabeça acontece por causa do aumento de volume do sangue, o escurecimento dos mamilos devido aos hormônios liberados na gravidez. Além disso, os seios ficam inchados e mais sensíveis.

Muitas mulheres realmente acreditam que estão menstruadas quando, na verdade, estão com uma espécie de corrimento completamente normal durante os primeiros dias da gravidez. Menos intenso e mais claro que o sangue da menstruação, é sinal da preparação do corpo para receber o bebê em desenvolvimento.

Os enjoos matinais são outro sintoma, a náusea varia de intensidade de grávida para grávida, mas o que ninguém discute é o fato de ser extremamente desagradável. Esse sintoma pode ser minimizado com a ajuda de algumas frutas, além de não ficar mais de três horas em jejum. Super importante, viu?

O excesso de sono também pega a mulher de jeito. Repousar após as refeições é sempre o ideal, mas no trabalho não dá pra fazer isso. Então o ideal é procurar uma cadeira confortável e ler alguma coisa ou curtir esse momento pra fazer carinho na barriga, né?

Cólicas também são muito recorrentes e algumas mulheres podem sentir como se estivessem prestes a menstruar. Isso, na verdade, é um sinal de que o útero está se preparando para a expansão que sofrerá ao longo da gravidez. Uau, né?

O aumento de líquido circulando pelo corpo e o aceleramento do funcionamento dos rins eliminam mais resíduos, aumentando as idas ao banheiro. E, além disso, o crescimento do útero faz pressão contra a bexiga, que não consegue reter a urina. Essa pressão diminui a partir do quarto mês, quando o útero atinge a cavidade abdominal. Uma saída é inclinar-se para frente na hora de ir ao banheiro, para esvaziar totalmente a bexiga.

Já os vômitos costumam ocorrer nos primeiros meses da gravidez, sintomas que os médicos costumam atribuir a fatores hormonais ou psicológicos. Mas eles se tornam sinais de alerta quando o quadro é contínuo: a náusea é quase permanente e os vômitos se repetem após todas as refeições, caracterizando a hiperêmese gravídica, que atinge menos de 0,5% das grávidas.

Toda mulher que está tentando engravidar ou desconfia de que esteja grávida tem várias  dúvidas em relação ao teste de gravidez: qual é o tipo mais confiável, se pode fazer o teste antes da menstruação atrasar, se há alguma recomendação específica para a realização do exame de sangue, e por aí vai.

Caso você faça o exame de sangue, que é o mais recomendado, o HCG, pode ser realizado sem pedido médico. Caso o exame seja feito por meio do plano de saúde da mulher, é necessário apresentar o pedido.

Se o teste for feito antes do atraso da menstruação, o mais indicado é utilizar a primeira urina do dia. Já que aumenta a chance de detectar a presença do hormônio. Por outro lado, se o teste for feito com a menstruação atrasada não é necessário usar a primeira urina do dia.
Alguns testes de farmácia mais caros possuem uma eficácia maior, ou seja, podem detectar a gravidez mais cedo. Outros tentam associar a dose do hormônio com o tempo de gravidez em semanas. Se o teste for realizado com atraso menstrual, não há grande diferença entre eles. Geralmente o preço dos testes de farmácia variam entre R$10 e R$50.

Acesse o nosso site e conheça nossos kits maternidade: www.bbkits.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *