Seu filho perde as coisas por aí? Saiba como ajudar!

Sabe aquele casaco caro do uniforme que você comprou com suor e seu filho perdeu? Ou o caderno, o estojo, as canetinhas… A criançada vive perdendo as coisas e os pais, muitas vezes, não sabem o que fazer para solucionar isso, né? Mas calma, a especialista  Deborah Moss, neuropsicóloga e mestre em psicologia do desenvolvimento infantil dá dicas preciosas sobre esse problema que pode ser, sim, resolvido com tranquilidade (ufa!)

Ninguém gosta de rótulos, certo? Com a criança não é diferente. Por mais que frequentemente seja notada alguma característica muito forte dela, como o esquecimento das coisas, não é legal ficar dizendo o quanto ela é esquecida, desatenta e por aí vai.

Os filhos seguem o exemplo. Qual é o seu? Tente unir sempre as palavras às ações. Se você mantiver a casa arrumada, as coisas em seu devido lugar, muito provavelmente, a criança vai seguir o bom exemplo e encarar a organização como algo natural e não imposta.

Converse sobre o que ele quer levar para o lugar x: lembre o seu filho de que, em lugares muito cheios, onde há maiores chances de esquecer o objeto, é melhor não levá-lo. Caso ele insista, vale a pena reforçar o alerta e dizer que é responsabilidade dele cuidar do objeto, ou seja, você dá autonomia à criança. Com isso, ela tem facilidade para entender sobre responsabilidade com mais clareza.

Nem precisamos dizer sobre as famosas e gloriosas etiquetas nos objetos escolares, né? Isso também vale para a blusa, casaco e calça do uniforme, colocar a inicial do nome com caneta permanente na etiqueta é uma ótima forma de identificar o que é do seu filho em meio às outras crianças.

Quando o seu filho esquecer ou perder algo, converse sobre o que poderia ter sido feito para evitar o ocorrido. Aproveite para trabalhar a questão do valor das coisas; afinal, tudo custa dinheiro e possui valor, seja financeiro ou afetivo.

Acesse o nosso site e conheça nossas bolsas maternidade: www.bbkits.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *